Transformação de versos

Os alunos do Instituto Materno Infantil Flávio Lenzi, na Cidade de São José dos Campos, interior paulista, descobrem a poesia, transformam versos e produzem seus próprios livros, lançados e vendidos na escola

tempo2
É cada vez mais comum que as crianças se interessem pela escrita. Em nossa escola procuro, como coordenadora, incentivar os professores a realizarem propostas que desafiem ainda mais esse interesse de seu grupo. Creio que, pelo caminho da autoria, podemos oferecer boas oportunidades de aprendizagem, pois, ao produzir seus textos, as crianças participam do processo de construção de conhecimento.

Desde 2003, realizamos nas salas da Educação Infantil IV (crianças com seis anos) um projeto de produção de livros escritos pelas crianças e editados com apoio da Divisão de Publicações Técnicas da Secretaria Municipal de Educação e da Gráfica da Secretaria Municipal de Educação. Sem dúvida, uma edição bonita dos textos dá ao grupo motivo de orgulho, além da possibilidade de socializá-los com mais pessoas.
Continue lendo >

Mira a poesia!

Neste projeto, a professora aproveita o repertório de poesias que o grupo está aprendendo para diferentes atividades de leitura e escrita. As crianças de 5 anos aceitam o desafio, com interesse e curiosidade, como vemos a seguir
avisala_20_poesia1.jpg

“Guardar uma coisa não é esconder ou trancá-la.
Em cofre não se guarda nada.
Em cofre perde-se a coisa de vista.
Guardar uma coisa é olhá-la, mirá-la, por admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.”
(Antonio Cícero)

Nestes versos do poema “Guardar”, de Antônio Cícero, encontrei a forma de expressar o meu encantamento com as poesias. Foram muitos os momentos em que “guardei” estas crianças tão especiais com que tenho trabalhado, olhando e admirando cada comentário, cada conquista, cada aprendizado. O semestre terminando, as férias chegando e eu começo a sentir saudades dos muitos sorrisos, beijos, carinhos, brincadeiras e também travessuras que tornam as nossas tardes tão gostosas. O envolvimento de todos com cada proposta, com cada projeto, foi muito significativo; acho que justamente por isso é que pudemos aprender tanto!
Continue lendo >

Apresentando a cultura e o mundo – O dia-a-dia da criança dos 2 aos 3 anos

O que trazemos nas próximas páginas é um registro interessante e emocionado de um trabalho comprometido com a necessidade de apresentar o mundo e a cultura para as crianças pequenas. Nele se percebe como esses conhecimentos são alimentos poderosos para a inteligência e a imaginação dos pequenos.Veja o que é possível fazer com esta faixa etária nas delicadas palavras de uma professora

Continue lendo >