Ler é Presente

O projeto social “Ler é Presente”, realizado pelo Instituto Avisa Lá com o apoio da Ultragaz, finalizou suas atividades de 2019, beneficiando mais de 1.100 crianças. A iniciativa aconteceu em escolas públicas de São Paulo e Minas Gerais, onde funcionários da empresa, após serem capacitados, praticaram a  leitura em sala de aula. Ao mesmo tempo em que os voluntários conheceram novos autores, puderam encantar as crianças com a leitura em voz alta de livros literários e a realização de rodas de conversa sobre o que foi lido. Resultados Ler é Presente 2019

Práticas de Leitura na Escola – 2o. episódio

“Leitura em voz alta pelo professor” é o 2o. episódio da Série Práticas de Leitura na Escola, uma parceria do Avisa Lá com a Cia das Letras.
Nesta edição, Ana Carolina Carvalho fala sobre o contato das crianças com a linguagem escrita por meio da leitura feita pelo professor – momento importante em que também é estabelecida uma conexão com a magia do texto literário. Confira!

Memória Local na Escola - livros para download gratuito na Biblioteca

Livros do Projeto Memória Local na Escola para download gratuito na Biblioteca

A ação tem por objetivo preservar a memória das comunidades, envolvendo alunos e professores do ensino fundamental I no registro das histórias dos moradores locais.
A formação de professores, coordenadores pedagógicos e alunos, por meio de encontros mensais, promove o uso da memória oral no cotidiano escolar, de forma a incentivar o contato com a história da cidade, o estreitamento das relações humanas na comunidade, o desenvolvimento de comportamentos leitores e escritores nos alunos.

O Projeto, patrocinado pela Ultragaz, foi desenvolvido em Marituba (PA), Mesquita (RJ), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Salvador (BA) e São Luís (MA).

A produção dos alunos foi publicada em livros virtuais, disponíveis para download na Biblioteca do site do Avisa Lá.

Projeto Comer e Brincar na Escola Serve Para Quê?

Desenvolvido pelo Avisa Lá, com apoio da Fundação Cargill, o projeto propõe a capacitação de profissionais da Educação Infantil para o desenvolvimento de boas práticas voltadas para a educação alimentar e movimento em escolas de cinco municípios no interior de São Paulo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza a alimentação saudável aliada a prática de atividade física como estratégias efetivas para reduzir doenças e mortes no mundo, em conformidade com a ODS 3. Como a formação de hábitos se dá desde cedo, as boas práticas alimentares e de atividade física devem ser vivenciadas também na escola, espaço privilegiado de construção de conhecimento, aquisição de valores e formação de atitudes.

No Brasil, a Lei Federal 11.947, presente no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), determina as diretrizes da alimentação escolar que devem garantir, entre outros pontos, a inclusão da educação alimentar e nutricional no processo de ensino e aprendizagem. Nessa perspectiva, a escola se apresenta como uma instituição relevante por seu poder de atuar com profissionais da educação e alimentação em conjunto com as crianças.