Chita no Carnaval e no São João

Um simples tecido pode ser o mote para desencadear um bom trabalho com crianças sobre diversidade cultural e suas manifestações artísticas na música, na dança e nas artes visuais brasileiras. Por Lucília Franzini

Continue lendo >

Muitos mundos numa única sala

Poderosa ferramenta de trabalho com as crianças pequenas, a organização de cantos de atividades diversificadas ainda não é uma prática usual no brasil, apesar de antiga em outros países. As instituições que experimentam a proposta obtém resultados significativos. Por Adriana Klisys

Continue lendo >

Prazeres e saberes de leitores não convencionais

Muitos educadores não vêem com bons olhos a relação de crianças muito pequenas com a escrita. Neste artigo, Pedro (3 anos), Duda (4 anos), Diogo (5 anos) e Ana (5 anos) desafiam essa postura. Veja com que alegria e competência eles se revelam participantes da cultura escrita. Por Maria Virgínia Gastaldi

Continue lendo >

Arte e histórias das máscaras

Presentes na história da humanidade desde épocas muito remotas, as máscaras encantam adultos e crianças. Conheça algumas possibilidades de trabalho com crianças de 2 a 4 anos. Por Helô Pacheco

Continue lendo >

Brincar com a água e aprender na ação

Planejamos a seqüência de brincadeiras com a expectativa de que as crianças pudessem, a partir delas, descobrir, investigar e ampliar o conhecimento sobre a água, seus estados, características e transformações. Por Renata Frauendorf, com contribuições do Prof. Lino de Macedo

Continue lendo >

Cestinhas Surpresa

Em um um berçário as crianças devem explorar com segurança o mundo que as cerca, interagir com adultos e entre elas, brincar, transformar, aprender a se comunicar, ir conquistando maior independência. Foi nesta perspectiva que iniciei um trabalho com crianças das creches Papa João XXIII e Dom José Gaspar. Por Ana Lúcia Bresciane

Continue lendo >

Estratégias de Leitura

No diário de campo de uma professora, encontramos uma interessante atividade cujo objetivo é ajudar crianças de 5 a 6 anos a avançar na reflexão sobre o sistema de escrita. Por Renata Frauendorf e Beatriz Gouveia

Continue lendo >