Cursos

Curso a Distância

Mini Trilha: Fluência Leitora

anos iniciais do Ensino Fundamental

Coordenação geral: Silvia Carvalho
Coordenação técnica: Renata Frauendorf
Formadoras: Equipe IAL

Mini trilha: Fluência Leitora

Semestre 1
Avaliação Diagnóstica sobre fluência leitora: proposta, análise e encaminhamento

Semestre 2
Projeto/Sequência Didática com foco em práticas sociais de leitura 

Sobre o curso:
O retorno à escola, depois de um longo período de afastamento, certamente será um momento muito singular para todos: estudantes, professores(as) e equipe gestora. Sem dúvida, todos(as) estarão ávidos pelo reencontro, para compartilhar diferentes experiências e trocas do muito que foi vivenciado durante esse longo período de distanciamento social.  Nesse momento em que experimentam um novo começo é importante saber o que os alunos sabem, para estabelecer um diálogo mais profícuo com os saberes e não saberes dos estudantes.  Esse conhecimento é ponto de partida para planejar ações que possam apoiá-los nessa trajetória do reencontro com o aprender no contexto da escola seja de forma presencial ou hibrida. No entanto, sabemos que para o processo de aprendizagem ocorrer  de forma mais tranquila e significativa é necessário que o aprendiz relacione o conteúdo aprendido dentro e fora da escola aos seus conhecimentos prévios e de mundo, de modo a estabelecer relações, validar seu percurso e com isso poder avançar. Há distintas maneiras de o professor fazer um levantamento do que os estudantes já sabem para poder fazer adequações e ajustes aos futuros encaminhamentos e uma delas é por meio de uma atividade diagnóstica.

Propor uma situação diagnóstica de leitura não é uma atividade simples pois, ler é uma ação complexa e processual e envolve uma série de operações mentais que se articulam e se relacionam de maneira intrínseca. Para esta avaliação inicial elegemos uma situação específica que poderá integrar uma sequência didática desenvolvida no retorno às aulas presenciais: a leitura dramática de um texto teatral.  Essa situação diagnóstica é recomendada principalmente para os estudantes que já compreenderam a base alfabética,  no entanto, se em sua sala houver estudantes que não leem convencionalmente, é recomendável mantê-los na atividade, apoiando-os desde o início: lendo para eles o texto todo, ajudando a marcar suas falas e fazendo uma parceria próxima durante a apresentação para que ninguém se sinta exposto ou excluído. 

Objetivo Geral do curso
Qualificar o processo de avaliação diagnóstica em  leitura ( fluência leitora),  nos anos iniciais de ensino fundamental das escolas públicas tendo como referência as habilidades da BNCC e os currículos locais

Conteúdos:

  • Avaliação diagnóstica de leitura: o que é e como organizá-la ( presencial/remoto);
  • Leitura como prática social;
  • Comportamentos, procedimentos e capacidades de leitura;
  • Fluência leitora;
  • Leitura dramática.

Objetivos de aprendizagem da mini trilha para estudantes (BNCC):

  • (EF15LP01) Identificar a função social de textos que circulam em campos da vida social dos quais participa cotidianamente (a casa, a rua, a comunidade, a escola) e nas mídias impressa, de massa e digital, reconhecendo para que foram produzidos, onde circulam, quem os produziu e a quem se destinam.
  • (EF15LP02) Estabelecer expectativas em relação ao texto que vai ler (pressuposições antecipadoras dos sentidos, da forma e da função social do texto), apoiando-se em seus conhecimentos prévios sobre as condições de produção e recepção desse texto, o gênero, o suporte e o universo temático, bem como sobre saliências textuais, recursos gráficos, imagens, dados da própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando antecipações e inferências realizadas antes e durante a leitura de textos, checando a adequação das hipóteses realizadas.
  • (EF15LP03) Localizar informações explícitas em textos.
  • (EF15LP15) Reconhecer que os textos literários fazem parte do mundo do imaginário e apresentam uma dimensão lúdica, de encantamento, valorizando-os, em sua diversidade cultural, como patrimônio artístico da humanidade.
  • (EF15LP16) Ler e compreender, em colaboração com os colegas e com a ajuda do professor e, mais tarde, de maneira autônoma, textos narrativos de maior porte como contos (populares, de fadas, acumulativos, de assombração etc.) e crônicas.
  • (EF15LP18) Relacionar texto com ilustrações e outros recursos gráficos.

Público-alvo
Equipe técnica, coordenadores(as) pedagógicos(as), professores(as).

Metodologia
O curso está organizado em torno de atividades a distância de formação, estudo de texto, fóruns de discussão e outras atividades virtuais interativas que visam problematizar as questões que envolvem o conteúdo estudado. Conta com monitoria interativa por meio de fóruns com a equipe de formadores do Instituto Avisa Lá. 

Compartilhamos das concepções que entendem que a formação continuada depende substancialmente das questões que emergem da atuação direta da prática. Os educadores estão em um real contexto de aprendizagem onde “se aprende a fazer fazendo”: errando, acertando, tendo problemas a resolver, discutindo, construindo hipóteses, observando, revendo, argumentado, tomando decisões, pesquisando, olhando outras práticas e realidades. O processo de refletir sobre a prática, procurar compreendê-la e analisá-la em busca de aperfeiçoamento do trabalho desenvolvido é o foco da ação formativa. Partindo dos problemas reais enfrentados pelos educadores, é possível, por um lado, valorizar sua experiência, e, por outro, garantir maior participação e uma atitude investigativa como base para novas aprendizagens.

Os conhecimentos teóricos trazidos pelo processo de formação são instrumentos valiosos de ressignificação da prática. Para nós, a interação é fundamental. Por isso, todas as atividades propostas exigem a participação dos cursistas. Textos e outros materiais de estudo podem ser acessados por qualquer participante. Porém, o que vai de fato assegurar a aprendizagem é o uso compartilhado desses materiais nas discussões em grupo, nos fóruns, chats e outros espaços de estudo e planejamento pedagógico. 

Entendemos também que o papel do formador é o de organizar e fomentar a discussão, alimentar a reflexão, incentivar a interação entre os participantes, sistematizar os conhecimentos construídos coletivamente, e não o de apenas verificador de respostas apontando se corretas ou erradas.

Avaliação e certificação: 
Entendemos como participação as postagens, sejam elas de trabalho solicitados no curso ou de participação nos fóruns e a atividade final. Sabemos que entrar e ver o que está acontecendo é muito importante, mas não terá valor para obtenção do certificado. Receberá a certificação quem participar de 75% das propostas apresentadas, no tempo previsto para isso, e tiver avaliação satisfatória nas atividades propostas pelas formadoras.

Recursos
A plataforma utilizada para o desenvolvimento do curso será acessada mediante login e senha, a serem enviados para e-mail do aluno. Vários recursos tais como, aulas utilizando recursos HTML/ e ou flash para visualização on-line, textos de referência, bate-papos, lista de participantes, fórum, estatísticas de acesso.

O material ficará disponível para os participantes 24 horas por dia, 7 dias por semana. Além disso, o fórum de discussões, contendo perguntas e respostas, bem como comentários dos participantes, estará em funcionamento, permitindo interação entre os participantes, complementando o aprendizado.

Cronograma de Execução
Duração: 30 horas (10 semanas) por semestre
De 15 de março a 17 de maio

Inscrições encerradas! (Aguarde o envio dos dados de acesso)

A realização do curso dependerá de um número mínimo de inscrições