O ambiente que educa – interfaces entre arte e brincar

Modalidade: Curso
Coordenação Geral: Silvia Pereira de Carvalho
Coordenação Pedagógica: Silvana Augusto
Público Alvo: professores de berçários (0 a 2 anos) e coordenadores pedagógicos

Ementa:
O ser humano desde o mais remoto início da vida está inserido num determinado ambiente. É ele que com seus sons, aromas, texturas e cores, cria as possibilidades de interação e das primeiras experiências de conhecimento do mundo. Sabemos que muito do que uma criança pequena pode aprender do mundo é dado pelo contato com o ambiente. Você já parou para notar a qualidade do ambiente em que as crianças constroem todo esse conhecimento? O que há nas paredes, no teto, no chão? Quais são os desafios que esse ambiente pode oferecer aos que estão aprendendo a ver, andar, ouvir e sentir o mundo?

A arte contemporânea pode trazer referências importantes que nos ajudam a ver o mundo com outros olhos e considerar as experiências estéticas como parte das vivências em um berçário. Neste curso, a proposta é construir repertórios para pensar e rever o espaço – físico que habitam as crianças pequenas nas creches e que influenciam de forma significativa à maneira como essa se constitui e ocupa seu lugar no mundo. A partir da apreciação dos trabalhos de artistas como Cildo Meireles e Hélio Oiticica entre outros, vamos buscando focos de inspiração para transformar o ambiente do berçário em um lugar mais seguro e mais desafiador para as crianças.

Objetivos:

  • Refletir sobre o papel do espaço – físico como um ambiente de aprendizagem, onde os espaços e objetos, atividades e propostas pedagógicas são um conjunto integrado que devem ser alimentados sistematicamente para oferecer diferentes situações de aprendizagem
  • Promover uma leitura crítica do ambiente potencializando releituras criativas.
  • Planejar uma proposta de intervenção no ambiente que possibilite a exploração de diferentes tipos de materiais, a interação e a construção de jogos e brincadeiras

Conteúdos:

  • O papel da interação entre pares
  • O papel do ambiente como um outro educador .
  • Ambiente como aquele que possibilita diferentes tipos de explorações, vivências e aprendizagens.
  • Intervenções no espaço: áreas abertas, semi – fechadas e fechadas.

Metodologia:

O trabalho dessa oficina é todo baseado na leitura compartilhada de imagens, seja de fotos dos trabalhos dos artistas contemporâneo, de ambientes de berçários ou outros que sirvam de inspiração para pensar critérios de organização dos ambientes. Vamos desenvolver algumas propostas formativas on-line utilizando os seguintes espaços:

  • Na Biblioteca serão disponibilizados artigos técnicos, links e informações importantes sobre alguns dos artistas que serão os inspiradores da oficina.
  • Utilizaremos o Fórum para observar algumas fotos de obras de arte contemporânea e fotos de berçários, procurando estabelecer relações entre as diferentes experiências estéticas.
  • No Espaço Faça Você Mesma, vamos apresentar sugestões de modificações que podem ser feitas nos ambientes de berçários. Os participantes terão até duas semanas para experimentar algumas das construções em sua própria escola ou creche e trazer seus registros para dialogar com o grupo.
  • De volta aos fóruns, discutiremos as experiências dos participantes, suas dúvidas, as descobertas infantis e algumas possibilidades de continuidade dessa experiência para além da oficina.
  • Na Galeria Antes e Depois os participantes poderão postar fotos dos ambientes de suas salas antes da oficina e depois de suas intervenções.

Recursos:
A plataforma utilizada para o desenvolvimento da oficina será acessada mediante login e senha, após a inscrição no curso. Vários recursos tais como, aulas  utilizando recursos HTML/ e ou flash para visualização on-line, Textos de referência, bate-papos, lista de participantes, fórum, estatísticas de acesso.

O material ficará  disponível aos participantes 24 horas por dia, 7 dias por semana. Além disso, o fórum de discussões, contendo perguntas e respostas, bem como comentários dos participantes, estará em funcionamento, permitindo interação entre os participantes, complementando o aprendizado.

Avaliação e certificação: 
Entendemos como participação as postagens, sejam elas de trabalho solicitados no curso ou de participação nos fóruns. Sabemos que entrar e ver o que está acontecendo é muito importante, mas não terá valor para obtenção do certificado.  Receberá a certificação quem participar de 75%  das propostas apresentadas  e tiver avaliação satisfatória nas atividades propostas pelas formadoras.

Leave a comment

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.

Fazemos Parte

Facebook

Google+